O Sono

O Sono
Salvador Dali

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Ideologia, Relações de Poder e Dominação

O que é poder? O que é dominação? Duas perguntas aparentemente simples, que são razoavelmente difíceis de serem conceitualmente respondidas. Procurar responder conceitualmente algum tipo de significado, nos ajuda a ir alem do senso comum e pode ampliar a forma como estamos acostumados a enxergar fatos e verdades, normalmente já estabelecidas. Pode-se definir "poder" como sendo "a capacidade de uma pessoa, de um grupo, para executar uma ação qualquer, ou desmpenhar qualquer prática". Refletindo sobre esse significado, isso também quer dizer que todas as pessoas podem ter algum "poder", na medida em que "podem" fazer alguma coisa. Já a "dominação" é definida "como uma relação entre pessoas, entre grupos, ou entre pessoas e grupos, através da qual uma das partes se expropria, rouba, se apodera do poder (capacidade) de outros. Em outras palavras a "dominação" é uma "relação" que ocorre quando uma pessoa ou um grupo, se apropria dos "poderes e capacidades" de uma outra pessoa ou grupo, com o pretexto de que essa outra pessoa ou grupo possui determinadas características especiais, diferentes daquilo que é tido como eceito (por exemplo: pertence a uma certa etnia, é mulher, ou analfabeto, etc...) e passa a tratá-la de maneira desigual e assimétrica. Com esse exemplo, podemos verificar que a sustentação e a origem da "dominação" está na "ideologia" presente no imaginário de um determinado grupo. No caso desse exemplo, há uma "ideologia" onde pessoas de determinadas raças, genêros e satatus, são cinsideradas inferiores ou incapazes.

A ideologia pode ser definida como sendo "o uso e o emprego de formas simbólicas (significados, sentidos) para criar, sustentar e reproduzir determinados tipos de relações." No dia-a-dia e no cotidiano, ideologia é o que vai dar sentido e significado às coisas, de uma forma positiva ou negativa. É a partir da ideologia que se criam esteriótipos positivos ou negativos: os japoneses são mais trabalhadores; os brasileiros são vagabundos; os negros são mais preguiçosos; as mulheres são mais passionais, etc. Normalmente são os esteriótipos negativos os responsáveis pelas relações de dominação, que possui várias formas de se estabelecer: há a dominação econômica que é o grande oceano onde irão desaguar todas as outras formas de dominação; há a dominação política e há a dominhação cultural, que é a mais difícil de ser detectada. Cultura, no seu sentido mais amplo, é todo o agir humano. Em outras palavras, o sentido de cultura é o conjunto de relações entre pessoas, ou grupos, que se sedimentaram, que de certa forma se cristalizaram, de tal modo que em alguns casos passam a ser pensadas e tratadas como se fizessem parte da própria natureza das pessoas e das coisas.  Alguns exemplos: o racismo que tem como consequência um tratamento social diferente para os negros - baixos salários e a quase inexistência de altos cargos em grandes corporações; o patriarcalismo que tem como consequência um tratamento social diferente para as mulheres - baixos salários e a quase inexistência de altos cargos em grandes corporações; o institucionalismo, que consiste em colocar uma instituição, como uma igreja ou um partido político, por exemplo, como a única(o) e mais verdadeira (o) que todos os demais.

Diante dos conceitos acima, gostaria de propor alguns questionamentos e reflexões: Eu exerço alguma relação de "dominação" (domino ou sou dominado) através das redes sociais que participo?  Eu reconheço em mim ou em outros, algum tipo de "poder e capacidade"? Qual é a "ideologia" que acredito e defendo?
Essas questões podem nos ajudar a perceber de uma certa forma, como estamos agindo e ou participando nas comunidades que fazemos parte. Ralações comunitárias será o meu próximo tema.

3 comentários:

  1. Muito legal esse texto. Me ajudou a descrever algo que sempre senti, mas nunca consegui explicar. Saquei que na maior parte das vezes sou "dominada". E o pior de tudo: passivamente!
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, me ajudou muito a fazer um trabalho escolar.

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto, me ajudou a esclarecer alguns conceitos que ainda não eram claros!
    Beijos (:

    ResponderExcluir